Relator da Previdência recebe agricultura familiar

15Dezembro2017

Quarta, 10 Maio 2017 00:00

Relator da Previdência recebe agricultura familiar

FETAG-RS e Contag cobraram mudanças nas regras previdenciárias para os trabalhadores rurais

relator prev         O relator da Reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) e o líder do governo na Câmara dos Deputados, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), receberam nesta quarta-feira (10), dirigentes ligados à agricultura familiar. Participaram do encontro o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (FETAG-RS), Carlos Joel da Silva, e o vice-presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Alberto Broch. O encontro foi articulado pelo deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) e também contou com a presença do deputado Heitor Schuch (PSB-RS).

        Na audiência, os dirigentes fizeram o último apelo para que o governo federal altere o relatório final, incluindo propostas que protejam os trabalhadores rurais de regras mais duras. “O relator quer contribuição direta, mensal, e nós entendemos que deve ser sobre a produção, como é hoje o pagamento do Funrural”, destacou o presidente da FETAG-RS. Joel disse ainda que a categoria não abre mão da idade mínima de 60 anos para homens e 55 para mulheres.

 

        Já o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) destaca que o Palácio do Planalto trabalha para votar a Reforma da Previdência no Plenário da Câmara dos Deputados até o dia 31 de maio. “Muitas categorias já conseguiram os benefícios da aposentadoria especial, como foi o caso de policiais e professores. Queremos mostrar que a atividade rural também merece um tratamento diferenciado. Se o governo abriu esses precedentes, temos que trabalhar no sentido de também conquistar melhorias para os agricultores”, destacou.

          Contrário à proposta original do governo, o parlamentar entende que é preciso trabalhar até o último minuto para construir um texto que não puna os trabalhadores. “Há vários cenários no horizonte, inclusive a derrubada integral da proposta. Mas se o governo tiver os 308 votos teremos que partir para a redução de danos”, finalizou.

Brasília
Câmara dos Deputados
Anexo IV, Gabinete 316 
CEP: 70160-900 - Brasília - DF
(61) 3215-5316 | (61) 3215-2316
Porto Alegre 
Praça Marechal Deodoro, 130
Sala 1301, Centro
CEP: 90010-300
Fone: (51) 3286-1133

Siga o Deputado Jerônimo