Deputado Jerônimo Goergen

29Junho2017

Corte no orçamento do DNIT será de R$ 2 bilhões e atingirá todos os estados

dnit 116         Os deputados federais Jerônimo Goergen (PP-RS) e Carlos Gomes (PRB-RS) foram recebidos nesta terça-feira (11) pelo diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casimiro. No encontro, os parlamentares solicitaram uma previsão sobre o andamento dos projetos rodoviários no Rio Grande do Sul. De acordo com Casimiro, o órgão ainda trabalha na definição das obras que serão atingidas pelo corte orçamentário de R$ 2 bilhões na autarquia. “A prioridade será para os projetos que já estão com contrato e aqueles em andamento”, frisou.

          De acordo com o deputado Jerônimo, é certo que o contingenciamento atingirá todos os estados. “Acredito que a mobilização política será fundamental para garantirmos a continuidade das obras de duplicação da BR-116. Precisamos da liberação de aproximadamente R$ 60 milhões”, destacou. Jerônimo já solicitou uma reunião da bancada gaúcha com o presidente Michel Temer. “O contorno de Pelotas tem dois lotes que precisam ficar de fora desse corte. O projeto é prioridade e vamos pressionar o Palácio do Planalto para que ele vire realidade”, esclareceu. A definição sobre os cortes deve ser concluída na segunda quinzena de abril. O prefeito de Bom Jesus, Frederico Arcari Becker, também acompanhou a agenda no DNIT.

Requerimento aprovado pela Comissão de Agricultura pede esclarecimentos para Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento)

Comissao de Agricultura           A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR) aprovou nesta quarta-feira (5) os requerimentos 350/17 e 351/17, de autoria dos deputados Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Jerônimo Goergen (PP-RS). Ambas as propostas propõem a realização de audiência pública para debater os impactos do retorno da cobrança do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). Por terem temática coincidente, os requerimentos foram unificados. A única diferença entre os documentos é o convite feito por Jerônimo para que os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, compareçam ao colegiado para explicar de que forma se dará a cobrança e qual o impacto financeiro sobre o setor produtivo nacional.

Setor industrial tenta convencer o Palácio do Planalto sobre prejuízos à economia com reversão da política para o setor de óleo e gás 

Conteudo-Local1        Os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, de Minas e Energia, Fernando Coelho Bezerra Filho, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, vão promover reunião conjunta para discutir a proposta de reversão da política de conteúdo local para o setor de óleo e gás. O encontro foi articulado pelo presidente da Frente Parlamentar da Indústria de Máquinas e Equipamentos (FPMaq), deputado Jerônimo Goergen (PP-RS).

        No encontro, os representantes do setor industrial tentarão convencer o governo federal dos graves prejuízos econômicos previstos através da reversão dos incentivos à indústria da transformação, que levará ao fechamento de plantas industriais e à transferência de investimentos e empregos para o exterior. “Podemos perder um milhão de postos de trabalho com essa decisão equivocada”, alertou Jerônimo.

Página 5 de 227

Saiu na imprensa

Brasília
Câmara dos Deputados
Anexo IV, Gabinete 316 
CEP: 70160-900 - Brasília - DF
(61) 3215-5316 | (61) 3215-2316
Porto Alegre 
Praça Marechal Deodoro, 130
Sala 1301, Centro
CEP: 90010-300
Fone: (51) 3286-1133

Siga o Deputado Jerônimo