MANDATOS

DEPUTADO ESTADUAL: 2003-2010

Jerônimo assumiu o primeiro mandato no Parlamento estadual, obtendo 37.229 votos na eleição de 2002, conquistados em 361 municípios, sendo o 9º deputado mais votado da Bancada do Partido Progressista e o 45º mais votado da Assembléia. Neste seu primeiro mandato no parlamento gaúcho assumiu a presidência da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo. Entre as principais ações deste período, destaca-se o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito da Carne, da qual Jerônimo foi presidente. A CPI investigou o abigeato, o abate clandestino e os problemas de mercado que afetam a produtuvidade e rentabilidade dos rebanhos bovino e suíno. Pelo menos 20 pessoas foram indiciadas ao Ministério Público por crimes com abigeato, estelionato e formação de quadrilha.
No ano de 2006, Jerônimo reelegeu-se para exercer o segundo mandato, com 69.550 votos, obtidos em 447 municípios, sendo o 2º mais votado da Bancada do partido e o 5º mais votado da Assembléia, ocupando também a condição de vice-líder.
Coordenou a Frente Parlamentar do Agronegócio, sendo titular das Comissões de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo, Economia e Desenvolvimento e da Comissão Mista de Participação Legislativa e Popular. Presidiu a Comissão Especial para o Levantamento das Estruturas de Fronteiras e Divisas, que detectou deficiências graves de fiscalização no RS. Também foi presidente da Comissão para o Levantamento da Criminalidade no Campo, que auxiliou na redução de delitos no meio rural e da Comissão para Implantação da Ferrosul, nova Empresa férrea de propriedade dos Estados do Codesul (RS, SC PR, MS).

DEPUTADO FEDERAL: 2011-2014

No ano de 2010, Jerônimo partiu para o desafio de chegar à Câmara Federal, objetivo que foi conquistado com a confiança recebida por 85.094 eleitores. Jerônimo foi presidente da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA). Ainda é titular da Comissão de Finanças e Tributação (CFT), e suplente da Comissão de Agricultura. O parlamentar também foi sub-relator do livro “Processo de Conhecimento e Cumprimento da Sentença” do novo Código de Processo Civil (CPC). Jerônimo ainda preside a Frente Parlamentar do Biodiesel e a Frente Parlamentar em Defesa dos Bares e Restaurantes. Também integra as frentes parlamentares da Agropecuária, do Setor Calçadista e Moveleiro e em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

PRINCIPAIS AÇÕES LEGISLATIVAS NA CÂMARA FEDERAL

Na Câmara, integras as comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR), Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e Finanças e Tributação (CFT). Também preside a Frente Parlamentar da Indústria de Máquinas e Equipamentos (FPMaq) e a Frente Parlamentar dos Aeronautas. (FPAer).

A participação legislativa de Jerônimo inclui diferentes áreas. É o coordenador da comissão de Direito de Propriedade da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), fórum que reúne mais de 250 deputados em defesa do agronegócio. Foi o idealizador da proposta que instituiu o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (Proies); é o autor da emenda que alterou a Lei Pelé, estabelecendo regras de gestão e transparência no esporte; foi sub-relator do projeto que cria o novo Código de Processo Civil (CPC).

O parlamentar também é autor do PL 4824/2012, que amplia os direitos dos aeronautas, e da nova Lei dos Motoristas, que regulamentou a carga horária dos transportadores de cargas.

Abaixo, você confere toda a atividade legislativa do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), a participação do parlamentar nas diversas discussões em curso na Câmara dos Deputados.

  • Titular das Comissões:
    CAPADR, CEPOLITI, CETRIBUT, PEC05811,
    PL082715, PL161096, PL241207,
    PL338104, PL355504, PL406012,
    PL486016, PL678716, PL740614.
  • Suplente das Comissões:
    CCJC,, CFT, PEC13111, PEC21500,
    PL267189, PL586416, PL629902,
    PLP22198.

Mais informações, clique aqui.